quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Intervenção de Graffiti no Complexo do Alemão

Na ultima quinta feira rolou a intervenção de graffiti dos alunos da CUFA do complexo do alemão onde na ocasião foi gravada uma matéria para a tv brasil (arte urbana) onde falou sobre o graffiti como forma de inclusão social e como a arte que veio das ruas e tem conquistado seu espaço no mercado artístico. O graffiti foi elaborado e executado em conjunto, essa é uma forma de interagir as ideias dos alunos e fazer com que eles trabalhem em equipe e foi muito bem sucedido o resultado dessa experiência. Os alunos tambem tiveram a oportunidade de serem entrevistados e falarem a respeito da importância da oficina de graffiti dentro da comunidade do Complexo do Alemao e o que o graffiti tem acrescentado em suas vidas.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Complexo do Alemão aula prática


A aulas práticas são fundamentais para o desenvolvimento do aluno na oficina, desde que a evolução no graffiti vem de fato a partir da prática na pintura. As aulas práticas são nada mais do que o ato de pintar nos muros da favela os desenhos desenvolvidos em sala de aula., eles passam a expor suas idéias para toda a comunidade, o que causa grande repercurssão e aceitação com os moradores. Atualmente as aulas estão sendo voltadas para a criação e o desenvolvimento das tipografias do graffiti, onde eles escrevem seus nomes com letras bem coloridas e com formas bem trabalhadas, nessa etapa trabalha-se a questão da identidade do aluno e a auto afirmação do eu!
Mas isso não é a realidade que se vê no dia a dia de quem está começando no graffiti, como nossos alunos da CUFA, quando um jovem sente o desejo de começar a escrever graffiti ele enfrenta várias dificuldades e principalmente para fazer o graffiti na prática (no muro). Por mais que o graffiti seja um elemento da cultura HIP-HOP, ele é uma arte muito cara de se praticar, devido ao alto custo das latas de spray, então a cufa proporciona a esses alunos que em 100% são moradores de favela toda uma estrutura para que esses desenvolvam um trabalho de alta qualidade com um material de ponta. Vida longa as oficinas de graffiti na CUFA.
por AFa..

quarta-feira, 22 de abril de 2009

CIDADE DE DEUS GRAFFITI




No dia 20 de abril, alunos da oficina de graffiti da CUFA CIDADE DE DEUS concluíram um painel de aproximadamente 20 metros na comunidade. O painel teve a participaçao de "CH2" (escritor de graffiti e tatuador do programa de tv "RIO INK") . A pintura teve como objetivo aprimorar a técnica dos alunos, fazer com que eles tenham contato com um artista de alto escalão e em consequência embelezar a favela com a nossa arte. A idéia de proporcionar aos alunos uma pintura como essa, faz com que eles se sintam importantes para a comunidade e de fato são. O ato de pintar uma obra de arte de 20 metros na Cidade de Deus numa segunda-feira a tarde causa um grande impacto perante aos moradores, que acabam se aproximando para tentar entender a respeito da nossa produção.

O que nóis temos feito na CIDADE DE DEUS tem sido simplesmente transforma-la em uma galeria de arte a céu aberto, onde todas aquelas pessoas que antes nao tinham a oportunidade de visitar galerias de artes, acabam sendo rodeadas por imensas obras de arte, ou seja: se elas nao vão até a arte, nós levamos a arte até elas. Porque nós temos a conciêcia de que a arte é importante para a vida do ser humano. Com toda essa correria do dia a dia, nós nos tornamos frios, o nosso cenário tem sido frio, cinzento. Nao a nada mais agradável do que um GRAFFITI bem colorido para alegrar as ruas de nossa cidade. A arte é e sempre foi uma forma de contar e expressar grandes acontecimentos da história da humanidade, desde os tempos das cavernas decifrando os homens através dos séculos. Então nós estamos aqui para mostrar quem somos e sermos decifrados atráves dos séculos. Vida longa aos escritores de graffiti.

por Afa.





segunda-feira, 13 de abril de 2009

O Graffiti e a Formação do Educador Social

Para dar início as atividades do mês de abril o Serviço Pedagógico e o instrutor de Graffiti realizaram mais uma de suas reuniões mensais. Nessa reunião avaliamos o trabalho realizado e organizamos as atividades do mês. Em paralelo realizamos a formação continuada do instrutor no sentido de formar o “Educador Social” inserido no contexto das comunidades populares. Com tudo isso buscamos aliar os conceitos de teoria e prática nas atividades realizadas pela oficina.
Por Leonice Costa.

Graffiti com Mídia - Aulas Interativas

Trabalhando o tema Ética de forma dinâmica e interativa com os alunos do Graffiti o Serviço Pedagógico apresentou os curtas “Meow” de Marcos Magalhães e “Velha História” de Claudia Jouvin. A atividade buscou despertar e incentivar a postura ética dos alunos a partir da comparação dos valores transmitidos por cada filme. Encerramos com uma discussão muito produtiva despertando o interesse sobre o tema e ajudando na construção de uma postura crítica dos acontecimentos da nossa sociedade.
Por Leonice Costa

segunda-feira, 30 de março de 2009

Resultado!

Essa pintura foi realizada no bairro de RAMOS (Complexo do Alemão), por Afa coordenador do núcleo de graffiti da cufa, e o ex aluno Xanctus trg, que atravéz da oficina de graffiti da cufa diz ter descoberto o seu potencial para a arte.Xanctus hoje cursa a faculdade de desenho industrial e usa a linguagem do graffiti que aprendeu dentro da cufa em seus trabalhos de designer. Esse é um dos resultados do trabalho que nós desenvolvemos dentro das comunidades do Brasil, e nos faz chegar a conclusão o quão valorosa é a nossa iniciativa de intervir e transformar a realidade dos favelados.

terça-feira, 10 de março de 2009

EXPOSIÇÃO NÚCLEO DE GRAFFITI.


Em 2008 o "NÚCLEO DE GRAFFITI CUFA" composto por alunos que se destacaram no decorrer das oficinas de graffiti nas bases da cufa, organizaram e montaram a exposição "ARTE URBANA a alma da rua", que aconteceu no SESC de madureira e retratou através do graffiti e de instalações artísticas o "movimento da cultura soul" como refêrencia para o desenvolvimento da cultura HIP HOP. "Nós decidimos demostrar o negro como protagonista de uma cultura que futuramente iria inspirar e influenciar outros jovens (como eu) a acreditar que a arte que vem da favela pode ganhar o mundo e ser tao importante como qualquer outra. E que atravéz de nossa arte nós(favelados) podemos fazer nossa própia história com final feliz". conta Afa, curador da exposição e coordenador do "NÚCLEO DE GRAFFITI CUFA". A importâcia de plantar a arte do graffiti na vida desses jovens dentro de uma realidade tão cruel a qual eles vivem e colher como fruto uma exposição de graffiti de nível tão alto, só reforça o grande valor das oficinas que a CUFA desenvolve dentro das comunidades do brasil na vida desses jovens e que o graffiti pode de fato ser uma possibilidade de vida para esses e influencia-los a explorar a linguagem do graffiti para uma possível inserção no mercado da arte. Parabéns a todos que participaram direta e indiretamente dessa iniciativa.


GRAFFITI


Nós da CUFA, temos como objetivo principal intervir na realidade das crianças e jovens de favelas, e o GRAFFITI é uma de nossas armas contra a ociosidade dessas crianças e jovens, através dessa arte contemporanea e revolucionária mudamos a vida desses jovens que até então viviam sem pespectivas de condições de vida melhor.