terça-feira, 10 de março de 2009

EXPOSIÇÃO NÚCLEO DE GRAFFITI.


Em 2008 o "NÚCLEO DE GRAFFITI CUFA" composto por alunos que se destacaram no decorrer das oficinas de graffiti nas bases da cufa, organizaram e montaram a exposição "ARTE URBANA a alma da rua", que aconteceu no SESC de madureira e retratou através do graffiti e de instalações artísticas o "movimento da cultura soul" como refêrencia para o desenvolvimento da cultura HIP HOP. "Nós decidimos demostrar o negro como protagonista de uma cultura que futuramente iria inspirar e influenciar outros jovens (como eu) a acreditar que a arte que vem da favela pode ganhar o mundo e ser tao importante como qualquer outra. E que atravéz de nossa arte nós(favelados) podemos fazer nossa própia história com final feliz". conta Afa, curador da exposição e coordenador do "NÚCLEO DE GRAFFITI CUFA". A importâcia de plantar a arte do graffiti na vida desses jovens dentro de uma realidade tão cruel a qual eles vivem e colher como fruto uma exposição de graffiti de nível tão alto, só reforça o grande valor das oficinas que a CUFA desenvolve dentro das comunidades do brasil na vida desses jovens e que o graffiti pode de fato ser uma possibilidade de vida para esses e influencia-los a explorar a linguagem do graffiti para uma possível inserção no mercado da arte. Parabéns a todos que participaram direta e indiretamente dessa iniciativa.


2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Posso dizer com toda convicção, não existe nada mais importante que a inclusão social através da arte:"Com certeza as comunidades mais carentes necessitam de apoio por parte daqueles que se dispõem em ajudar". Sou artista plástico e escritor,a arte me fez ser o que sou hoje... Sem educação,sem arte,posso afirmar que não há como interagir[A CUFA está a muito fazendo um belissímo trabalho]Parabens.

    ResponderExcluir